• William Rosa

Como pagar pela festa de casamento sem se endividar


O temor de grande parte dos noivos é realizar a festa de casamento e ficar com a conta no vermelho. Já se imaginam voltando da lua de mel e recebendo os boletos da festa.

Mas, não queremos isso pra você e estamos aqui para mostrar que é possível realizar a festa mantendo a conta no verde. Leia atentamente este post e parta para a ação correta!

Como realizar uma festa de casamento sem se endividar?

Primeiramente noivos, saibam exatamente o que vocês desejam. É preciso ter clareza para que depois possam estabelecer um bom planejamento. Sabendo o que vocês querem, fica mais fácil dizer "não" para todas as opções e ofertas que surgirem para além do seu objetivo. Deixem claro para vocês mesmos a devida importância de cada meta.

Em seguida vocês precisam planejar os passos que precisam dar para alcançar cada objetivo, prevendo possíveis percalços e sacrifícios que poderão ocorrer na caminhada. Isso ajuda a evitar brigas e frustrações. E não engessem! Ao longo do percurso, sejam flexíveis e se permitam ajustar o que for necessário, mas sem perder o foco de sua meta.

Como seria este planejamento?

Uma vez definidos os objetivos e entendidos os motivos de cada um, será preciso definir o "como", que será respondido através do planejamento. Voc~e quer contratar o serviço X. Isso está definido! Agora, como contratar? Como e onde pesquisar? Será pela internet ou por indicação? Quanto custa este tipo de serviço? Quanto tempo teremos até o casamento? Quanto temos para investir? Bom, podemos dizer então que você está começando a organizar sua festa de casamento. Mas lembrem! Precisam ter claro em suas mentes o que querem e porque querem, para então partirem para como alcançar.

Com este plano de ação vocês entenderão melhor todas as questões relevantes como: quanto tempo terão até o casamento; qual o budget total a ser investido; quais fornecedores serão necessários e como destinar a verba para cada um deles; onde cortar gastos; e por aí vai.

Façam um planejamento financeiro e anotem tudo. Falam uso de aplicativos de controle financeiro para manter o controle. Se perderem o controle, principalmente dos menores gastos, é muito provável que vocês extrapolarão o orçamento e fatalmente entrarão para o hall dos endividados com o casamento.

Outro ponto importantíssimo é a quantidade de convidados. Isso influencia diretamente em praticamente todos os itens a serem contratados, impactando diretamente o valor final. Sem falar no tipo de festa, no local, na lua de mel e onde vocês pretendem morar.

E falando sobre finanças, é necessário prever impactos negativos que poderão surgir ao longo do noivado, como a própria lista de convidados, os pontos de vista diferentes de vocês e de cada família, os custos que poderão ultrapassar suas expectativas, o nível de estresse e ansiedade, a falta de tempo para dar conta de tudo o que já faziam antes mais as responsabilidades e preparativos para o casamento. Ufa!

É preciso cortar gastos?

Podemos dizer que no curto prazo pode valer a pena se privar de certas coisas! Mas excesso de privações pode gerar frustração, ansiedade, discussões e pode até acabar com o casamento antes mesmo dele acontecer.

Lembra da importância de saber o que vocês querem e qual é o seu objetivo? Então. Por isso é fundamental! Talvez para uma noiva, fazer as unhas toda semana pode ser muito importante e indispensável, enquanto para outra é mais interessante poupar e juntar esse dinheiro para poder pagar um passeio delicioso na lua de mel, por exemplo, sem precisar se endividar!

O casamento é de fato um bom momento para o casal começar realmente a planejar seus sonhos em conjunto, e a se organizarem financeiramente, uma vez que ele é sim uma despesa enorme no orçamento. É preciso ter mais responsabilidade e conhecimento da situação financeira dos dois e parar de gastar com aquilo que agora não será realmente tão importante para sua vida a dois.

Então, cortem tudo o que é supérfluo e dispensável se comparado com um sonho maior, pesquisem formas de reduzir custos e descubram talvez, maneiras de fazer uma renda extra!

Será sem dúvida uma lição para a vida. Poupando e investindo para a realização de sonhos vocês viverão a vida com mais intensidade e mais propósito, sentindo o prazer do sucesso a dois a cada nova conquista.

Vale a pena parcelar a festa de casamento?

Para muitos casais seria impossível realizar a festa de casamento sem parcelar o seu custo. Mas é preciso entender que o parcelamento geralmente implica em custos mais altos e, muitas vezes, pode comprometer uma renda futura que nem é garantida. Muitas pessoas perdem o controle na hora das contratações, jogam a conta pra frente e depois se viram pra pagar.

O parcelamento pode sim ser uma saída, mas é preciso ter muito controle. Contudo, o ideal mesmo seria fazer algo que não é da nossa cultura, poupar e investir primeiro para pagar os fornecedores à vista. Assim vocês ganham mais poder de barganha e, isso faz uma enorme diferença no custo total.

O importante é pelo menos não começar a vida endividados, então o pagamento parcelado até a data do casamento (que é o mais comum) pode ser uma boa opção se for muito bem controlado. Neste caso, a antecedência é um fator crítico que vai favorecer sempre quem está pagando pelos serviços contratados. Então, o planejamento do casamento com o máximo de antecedência possível é o ideal para que comecem a vida de casados mais tranquilos!

Algumas dicas para você, noiva!

1. Questões financeiras afetam muito os relacionamentos, então, esse é um ponto muito importante que precisa ser conversado entre o casal o quanto antes!

2. Planeje-se financeiramente para a realização do seu sonho da melhor forma possível, porque se não o casamento pode virar um pesadelo.

3. Comece com bastante antecedência que será mais fácil pagar o casamento e a lua de mel dos sonhos. Se não tem tanto tempo para economizar e organizar os investimentos uma boa opção pode ser a lista de presentes que você pode receber em dinheiro, assim os convidados poderão ajudar na realização da festa e na lua de mel.

4. Comece a se pagar primeiro sempre, assim que receber, salvando aquela parcela de dinheiro pré-definida.

5. Atente para o que consideramos ser os principais fornecedores: Local (sítio, casa de festas...), Fotógrafo, Buffet e DJ. Estes são os primeiros da sua lista de contratação. Faça o orçamento o quanto antes e contrate-os o quanto antes.

6. Comece a quebrar suas crenças e padrões negativos em relação ao dinheiro. Não fique se lamentando por não ter o dinheiro que gostaria para o seu casamento ou pelos fornecedores serem tão caros. Seja feliz acima de tudo! Este é o seu casamento!

7. Estude maneiras de economizar e de aumentar sua renda, na internet tem muita informação legal que pode te ajudar nisso!

 

E então? Gostou do post? Compartilhe!

#vestidodecasamento #vestidodenoiva2019 #noivinhariodejaneiro #noivinha2019 #noivinha2020 #dicasparanoivinhas #noivinhas #noivinhafeliz #noivinha #dicasparacasais #dicasparanoivos #dicasdecasamento #dicasparanoiva #dicasparanoivas #fotoefilmagemdecasamentoriodejaneiro #ensaiodecasal #fotografodecasamento #fotografodecasamentoriodejaneiro #fotografodecasamentobarradatijuca #fotografodecasamentorj #fotografiadecasamentoriodejaneiro #fotografiadecasamentorj #fotografiadecasamentobarradatijuca #fotografodecasamentoniteroi #fotografodecasamentoangradosreis #fotografodecasamentopetropolis #fotografodecasamentoregiãodoslagos #fotografiaefilmagemriodejaneiro #fotografiaefilmagemdecasamentorj #fotografiaefilmagemdecasamentobarradatijuca #ensaiofotográfico #álbumfotográfico #blogparanoivas #fotografiadecasamento #fotografiadenoivos #fotografiadenoiva #ensaiofotograficodanoiva #alimentossaudáveis #dietaparanoiva #dietadenoiva #fotografobarradatijuca #fotografiabarradatijuca #fotografoipanema #fotografoleblon #fotografoglória #fotografocosmevelho #fotografoespecialistaemcasamento #planejamentodecasamento #planejandoocasamento #festadecasamento #organizaçãodecasamento

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
fotografo-de-casamento-barra-da-tijuca.j